31 de dezembro de 2009

Que 2010 traga tudo aquilo que 2009 não teve tempo!
Um óptimo ano para todos!

24 de dezembro de 2009

Jantar 12º Ano SJB

Hoje foi o jantar de reencontro com os meus colegas do 12º ano... A maioria já não os via à 10 anos... ia sabendo noticias ou através do FB ou de blogs, mas estar pessoalmente era algo que já não acontecia à muito tempo mesmo!
É espectacular ver como alguns de nós não nos vemos há tanto tempo, mas que a conversa flui sem grandes problemas, fomos contando o que estava a acontecer nas nossas vidas,o que entretanto aconteceu e recordamos muito do que se passou...
A única coisa que vos posso dizer é que AMEI, que o pessoal está todo reconhecível, enfim que está tudo na mesma e que o próximo já está marcado!

23 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL

Ele está a chegar
Ele está a chegar
E as suas renas também.
Traz muitas prendas
Para ti, para mim,
E também para mais alguém.
Tocam sinos,
Cantam Anjos
Vou dormir, descansar
Pois, já não tarda
O pai Natal,
No sapato prendas vai deixar……

Desejo a todos um FELIZ NATAL!

22 de dezembro de 2009

Movimento associativo isctiano?

Este pessoal anda todo doido...
Como alguns sabem estou a fazer um mestrado no ISCTE.
No ínicio do ano lectivo, todos os profs. estavam com a mesma cassete gravada " Não esperem grandes notas, no ISCTE um 14 é uma excelente nota." Todos nós ouvimos, alguns reclamaram mas sendo política da casa, nada a fazer.
Passado uma semana recebemos um e-mail, passaram a existir Quotas para as notas, já não sei bem quais são os critérios, até porque já perdi esse e-mail, mas posso-vos dizer que era uma coisa rídicula e que existam notas superiores a 14.
Entre alunos comentámos mas nada mais que isso.
Entretanto passou todo o trimestre, e chegou a altura das frequências, todos os profs nos disseram qual a estrutura da frequência.
MEP: Disse-nos que era um caso e que era grande, por isso, tinhamos que fazer os que ela já nos tinha dado e mais que isso, tinhamos que os fazer em 2H. Tempo: 2H
CIM: Disse-nos que era do género da frequência do ano passado, ou seja, tinhamos apenas perguntas de desenvolvimento. Tempo: 2H
MQAP: Disse-nos também que era do género do ano passado, mas para termos atenção que houve matéria que demos este ano e que não tinhamos dado no ano passado. Tempo: 2H
CC: Disse-nos que a primeira parte eram perguntas de desenvolvimento e que a segunda parte era do tipo americano. Tempo: 2H (Achamos nós...era o que estava no calendário.)

O que realmente se passou?
MEP:Era um caso, demasiado grande, com muita informação perdida e difusa. Das 2H passou para 2H30 e mesmo assim, não deu muito tempo para responder a tudo e bem.
CIM: Tal e qual como tinha dito, sem tirar nem pôr!
MQAP: Tal e qual como tinha dito, sem tirar nem pôr!
CC: Foi tal e qual como tinha dito, excepto no tempo... 25 minutos para fazer a primeira parte, depois saimos da sala e tivemos mais 25 minutos para fazer a segunda parte.

Após isto, o balanço das pessoas foi muito negativo, as frequências principalmennte o de MEP (porque era muito grande e disperso) e a frequência de CC (porque tinha um formato estranho e porque saía a matéria toda...sim, leram bem...porque saía a matéria toda) correu mal.

Entretanto a prof de MEP veio dizer que havia uma turma com notas muito baixas e que na outra, dado a qualidade dos trabalhos que fomos fazendo, esperava muito mais.

O pessoal começou a stressar... no meio de todas as disciplinas que temos, só podemos ir a exame a duas.

Nem imaginam o que se gerou... cerca de 30 e-mails (entre elementos da minha turma, tirando as outras) para se discutir se se ía falar com o Director do Curso por causa de 3 coisas:
- Frequência MEP
- Frequência CC
- Quotas (das notas)

Em primeiro lugar, sobre a frequências, fomos avisados, até podíamos nem ter sido, os profs podem fazer as frequências como entenderem... nós estamos num mestrado, não estamos na escola primária, certo?

Em segundo lugar, quotas.. quer dizer, na altura que se falou nisto, ninguém disse nada e agora que viram que se calhar as notas não são as esperadas resolvem ir falar sobre isto... com que moral?!?

Claro que nos e-mails encontramos de tudo... aqueles que querem mesmo reclamar, aqueles que acham que não se deve fazer nada, aqueles que acham que se deve ir falar primeiro com os profs e aqueles que acham que se deve ir falar directamente com o Director do Curso.
Estava tudo muito aceso...

Hoje lá recebi um e-mail a dizer que afinal não se ía avançar com nada porque nenhuma turma entrou em consenso (São 4 turmas na área do MKT).

Realmente... é que não consegui ver nada de anormal aqui, é verdade que possivelmente as notas não são as esperadas, mas e então? Vamos reclamar por causa disso?
Acho que não.

A mim não me apanham noutra

Depois de ler em vários locais (facebook e blogs) que o reencontro com colegas do secundário, faculdade, etc tinha sido espectacular.
Resolvi colocar mãos à obra e organizar um jantar com os meus colegas do S. João de Brito (muitos deles não os vejo à cerca de 10 anos).
Comecei por reunir todos os contactos através do FB e começaram os e-mails a circular, a data sugerida por alguns seria agora perto do Natal, isto porque, temos alguns colegas que vivem no estrangeiro e que nesta altura vêm até cá.
Muitos disseram que sim e outros disseram que não, visto que nesta época vão para fora de Lisboa.
Vimos mais ou menos quantos eram e no outro dia resolvi enviar um e-mail a lembrar a data do jantar…aqui comecei a receber mais “negas”.
Como houve muita gente que apenas respondeu ao primeiro e-mail, às tantas fiquei baralhada…já não sabia quantos éramos e se valia a pena fazer o jantar (se fossemos 4/5 será que valia mesmo a pena?) e para além disso comecei a receber e-mails a pedir para alterar a data do jantar…como se fosse eu a dona do jantar e como se a data não tivesse sido um consenso.
Ontem resolvi enviar uma msg escrita a pedir confirmações urgentes, visto que está um restaurante marcado para 15 pessoas e é muito chato chegarmos lá amanhã e sermos apenas 7 ou 8.
A maior parte das pessoas não me respondeu.
Por vezes sinto, que parece que me estão a fazer um favor ao ir ao jantar… será que as pessoas não percebem que não é favor nenhum… apenas achei engraçada a ideia de nos juntarmos todos de novo, mas se não há interesse por parte das pessoas, não sou eu que vou obrigar, certo?
Ao mesmo tempo, quem não vai, não consegue entender o porquê desta data e pensa que não haverá mais jantares… Eu não sei se haverá ou não, mas a mim não me apanham mais numa organização destas. Apenas que achei que seria giro… passaram tantos anos e de certeza que se passaram muitas coisas que era engraçado de contar.
Claro, que eu sei que será impossível juntar toda a gente, pois há sempre alguém que não pode. Mas há pessoas que não entendem isso…
Enfim, no meio desta confusão toda o jantar vai acontecer com mais ou menos pessoas, mas vai acontecer. Amanhã lá nos encontraremos!

Espetacular

Vejam aqui.
Realmente esta agência tem com cada uma que mais ninguém se lembra!

21 de dezembro de 2009

Andava com os olhos um bocadinho encarnados, achei que era apenas cansaço. No entanto, começou a piorar...descobri que estou uma conjuntivite... e pior, tanto mexi que já passou para o olho que nada tinha... =(
Já tratei de quase todos os presentes de Natal... Nunca tal me tinha acontecido, mas desta vez, ficou tudo para a última.. mas ainda me falta o presente mais complicado, o do G. Estou um bocadinho baralhada, não sei bem ainda o que há-de ser... e estamos tão perto!

15 de dezembro de 2009

Gatolas

Os meus gatos são uns queridos, são completamente diferentes um do outro, mas são uns doces! Como antigamente eles podiam dormir em qualquer lado, tinhamos apenas uma cestinha para o quissesse lá dormir. Mas, na realidade nenhum lá dormia.
Entretanto, quando começamos a "bloquear" alguns espaços durante a noite, decidimos comprar uma "cama" grande (é de cão, por isso podem imaginar o tamanho) para que pudessemos deitar a cesta fora e eles passassem os dois a dormir no mesmo sítio.
Pois, os nossos pensamentos e ideias são muito giros, mas eles não acharam piada nenhuma...
O Pancho (que é o mais velho) continua a dormir na cesta e o Zorro apoderou-se da cama. Ou seja, não serviu de nada, apenas para o Zorro ter onde dormir.
Agora tem estado mais frio e esta noite esteve bem frio.
Ontem, antes de me deitar, tirei o Pancho do quarto e ia colocá-lo na sua cesta...quando dou por mim já lá estava o Zorro enfiado.
Pois é, muito esperto! É que a cesta é quase fechada e a cama não! Ele já sabia que ía ficar mais quente ali, então toca de ocupar o lugar do outro.
Não quis saber, eles são gatos que se entendessem! =)
Pois, a verdade, é que ainda os ouvi a correr, mas hoje de manhã lá estava o Pancho fora do seu sítio, estava à janela enquanto que o Zorro continuava na cesta do Pancho.
Eles que costumam estar à porta do quarto quando me levanto, hoje não estava nenhum... um a apanhar o bocadinho de sol que espreitava e o outro na cama mais quentinha! E imaginem o quão quentinha que devia estar que nem saiu logo quando me viu..só passados uns bons 5 minutos..
Gatolas.... ás vezes gostava de ter a vidinha deles!

9 de dezembro de 2009

Estórias

#1 A minha casa já está mais ou menos arrumada e até ver as obras estão concluídas, mas parece que desta vez estão mesmo (ontem depois dos senhores saírem detectámos algumas falhas, hoje de manhãzinha por lá estiveram e aparentemente está tudo ok.)
Afinal até foi rápido e o custo não foi assim por aí além...
A nossa casa-de-banho parece novinha em folha...até dá gosto só de olhar =)

#2 Ontem à noite um dos meus primos estava a conduzir e teve que travar bruscamente porque o carro da frente também o fez. O carro que estava atrás dele não gostou minimamente, o que acabou por dar asneira... Não sei bem o que aconteceu, mas sei que no final o meu primo ficou sem um espelho.
Foi até à esquadra para fazer queixa, acabou por não o fazer com receio de represálias..A policia sabia exactamente quem era o senhor que tinha feito tal habilidade...pelos vistes é costume.
O meu primo e o meu estavam muito indignados porque se a policia sabia quem era porque é que não fazia nada?!? Pois bem, se eles pensarem bem,se ninguém fizer queixa e se o não houver provas de que foi mesmo aquele senhor como é que a policia pode fazer o que quer que seja?!? Pois é, não pode. Acho que eles não pensaram nisto.. Ainda pensei em dizer isto, tal e qual, ao meu tio, mas ontem estava tão nervoso que não servia mesmo de nada.

#3 O fim-de-semana apesar de comprido passou a voar, não fiz nada de especial... estive nas aulas, estudei (sim porque as frequências estão aí à porta), fui jantar a casa da minha sogra e também a casa dos meus avós, assisti às belas das obras lá em casa, comprei mais dois presentes de Natal (para os afilhados), fui ver uma casa (que sinceramente não me seduziu muito, mas enfim), foi ao cabeleireiro cortar o cabelo, e limpei a casa (sim, porque para além do pó normal que implica substituir um poliban com água à mistura, os srs. resolveram cortar azulejos...quando vi o que se estava a passar, já nada havia a fazer, porque já estava feito.. só me disserem "A senhora desculpe mas tivemos que fazer um bocadinho pó!" Será que não me podiam ter dito que íam cortar azulejo? Claro que sim, mas é tudo à maneira deles!).
Isto foi o que se passou nos 4 dias que se passaram...
Estou mortinha por férias [que na verdade, se virmos bem, estão quase aí =)]. Espero convencer o G. a ir para onde eu gostava (básicamente quero é mesmo sair daqui.

#4 A minha mana Mafalda anda-se a "esticar"...fez anos dia 23 e desde esse dia (quer dizer antes...mas isso não conta) que não nos conseguimos encontrar...anda sempre na boa vai ela... Já lhe disse que não tarda devolvo o presente =P

7 de dezembro de 2009

Tenho a casa de pantanas....
Os srs. dizem que amanhã já fica tudo feito... será que fica?!?
E depois é preciso limpar tudo...bahhhhhhhhhhh
(e tenho eu frequências nas duas próximas semanas...)

Grande embrulhada

No outro dia decidimos que iríamos mudar o poliban da nossa casa de banho, pedimos um primeiro orçamento e era uma roubalheira, o segundo era mais em conta...
Entretanto viemos a saber que a nossa vizinha de baixo tinha uma infiltração na casa de banho dela e que o tecto até já tinha caído (ela não vive cá no prédio).
Tendo em conta todos os acontecimentos decidimos avançar na mudança..
Hoje de manhã os srs chegaram, começaram por tirar tudo o que cá estava... nem imaginam a bela da obra que estava feita...acho que neste momento já se arrependeram do orçamento que deram.
Ainda bem que à vizinha de baixo já caiu o tecto falso, porque é necessário ver por onde andam os canos... isto era trabalho para um dia só...assim não sei... vamos lá ver como correm as coisas e vamos lá em quanto é que esta mudança nos vai ficar... :S

3 de dezembro de 2009

O Natal é supostamente um tempo de alegria e de estarmos com aqueles que mais gostamos…
A verdade é que este ano este tema já me trouxe alguns dissabores…realmente, nunca pensei que esta época tivesse coisas tão complicadas =(

23 de novembro de 2009

Mana, espero que tenhas um óptimo dia! Muitos Parabéns!

20 de novembro de 2009

Os 11 mandamentos da mulher

1. Mulher não mente - omite factos.
2. Mulher não fofoca - troca informações.
3. Mulher não trai - vinga-se.
4. Mulher não fica bêbada - entra em estado de alegria.
5. Mulher nunca aborrece ninguém - apenas é sincera.
6. Mulher não grita - testa as cordas vocais.
7. Mulher nunca chora - lava as pupilas dos olhos com frequência.
8. Mulher nunca olha para um homem com segundas intenções - apenas verifica as suas formas anatómicas.
9. Mulher sempre entende o que homem diz - só pede que explique novamente para testar sua capacidade de raciocínio.
10. Mulher não sente preguiça - descansa a beleza.
(e o melhor...)
11. Mulher nunca engana os homens - pratica o que aprendeu com eles...

19 de novembro de 2009

E acho muito bem!

O Governo aprovou hoje um decreto-Lei a proibir que sejam cobradas taxas pelos comerciantes quando são realizados pagamentos com cartão Multibanco e que os bancos cobrem os levantamentos, depósitos e pagamentos de serviços em caixas automáticas.
Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, o decreto-Lei aprovado hoje visa "a proibição de cobrança de encargos pela prestação de serviços de pagamento e pela realização de operações em caixas Multibanco".
O Governo explica que o documento aprovado hoje, na generalidade, visa "proibir a cobrança de encargos pelas instituições de crédito nas operações, designadamente de levantamento, de depósito ou de pagamento de serviços, em caixas automáticas". in Agência Lusa

18 de novembro de 2009

Têm sido uns dias complicados, isto do mestrado está-me a dar cabo da cabeça… eu sabia que ia ser trabalhoso mas não tanto.
Preciso de férias urgentemente! Infelizmente é só daqui a +/- 1 mês e apenas uma semana… (sim eu sei que vêm aí fins-de-semana um bocadinho mais compridos, para quem pôs férias ou tem pontes…eu pus férias mas tenho que estudar…e muito!)
Antes disso tenho muito que me esforçar, os trabalhos pedidos são imensos e não tarda tenho as frequências aí à porta. O tempo voa e as coisas parece que não se concretizam…
Esta semana estou cansadíssima e ainda tenho tanto para fazer…(e ainda só hoje é 4ª Feira)

13 de novembro de 2009

... =)

É verdade, ontem lá fui visita-la (tal como disse).
Como na maioria dos internamentos dos hospitais portugueses, uma pessoa entra não vê ninguém e mesmo quando vê, ninguém faz perguntas.
Estava com o meu marido, não quis ir sózinha, não sabia qual a reação.
Lá perguntei onde ficava o quarto e fomos até lá.
Quando chegámos ao quarto, vimos que estava lá mais gente (7 pessoas), o G. disse para entrar primeiro.
Vi um olhar e uma expressão "Tu aqui, o que estás aqui a fazer?" Mas não foi da minha irmã. Mal entramos é verdade que ela olhou para a janela, mas nesse momento cumprimentamos toda a gente e depois fomos até ao pé dela.
Enquanto falamos ela olhou para nós e no final agradeceu. Afastámo-nos da cama.
Estivemos ainda ali um bocadinho, ela estava bem disposta.
Assim que lhe levaram o jantar e como estava quase no fim das visitas, viemos embora.
Ai fui outra vez ter com ela para me despedir, despedi-me com um beijinho...algo que já não existia à muito muito tempo.
Ela estava bem e bem disposta e eu senti-me mais aliviada... eu tinha mesmo que lá ir independemente da reação dela.
À noite resolvi enviar-lhe uma mensagem, não estava à espera que ela respondesse, tal como não o fez. Não a censuro. Claro que gostava que ela respondesse, mas não o fez.
Hoje resolvi ligar-lhe. Podia atender ou não o telefone, mas atendeu (até podia não saber que era eu...não sei se tem o meu Nº gravado...eu não tinha o dela...até ontem...)Ainda conversamos um bocadinho, nada de especial, o essencial mas conversámos.
Quero que ela sinta que apesar de tudo o que se passou, que eu estou aqui e que gosto muito dela.

12 de novembro de 2009

...

Complicado...
Para aqueles que conhecem a minha história familiar, sabem que não me dou muito bem (melhor dizendo, não me dou mesmo..) com uma das minhas irmãs..
Mas ela ontem, teve um problema de saúde e foi internada...
É verdade que não nos damos muito bem, mas na realidade ela é minha irmã..e esta história está a afectar-me...
Já lhe enviei uma mensagem mas ela não recebeu porque tem o telemóvel desligado... decidi que vou visitá-la, se depois ela me deixará entrar ou não é outra questão... mas sinto que devo ir e por isso vou.
A vida é tão curta e ás vezes tem tantas complicações... E nós andamos para aqui feitos parvos sempre a arranjar porcarias para nos chatearmos... :(

11 de novembro de 2009

Acho muito bem (ou não...)

"Progressões extraordinárias na Função Pública vão ser investigadas.
As progressões na carreira decididas pelos dirigentes e a negociação dos salários nos concursos de admissão de novos funcionários serão duas das principais prioridades da Inspecção-Geral de Finanças (IGF) no próximo ano. "
in Jornal de Negócios
Acho lindamente, mas a sanção para as irregularidades são rídiculas...
A única sanção aplicada é apenas pedir às pessoas que façam uma nova re-avaliação dessas progressões e que seja feita uma fundamentação mais cuidada e simples dessa progressão.
Por isso, questiono-me para que é que isto vai servir?!?!? É completamente rídiculo, só mesmo no nosso país...mais valia estar tudo quietinho...
Acho que sim, que estas progressões devem ser inspeccionadas e acredito que hajam bastantes irregularidades mas então que sejam aplicadas sanções que penalizem estas progressões irregulares.

10 de novembro de 2009

Campanha de Sensibilização

A DraftFCB foi a agência escolhida para criar e desenvolver a campanha de sensibilização para o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada, a assinalar em todo o mundo no dia 15 de Novembro. Televisão, rádio, outdoor e imprensa são os meios da campanha criada para a organização Estrada Viva - Liga contra o Trauma, da Federação Europeia das Vítimas Rodoviárias. “Hoje é o dia do meu 25º aniversário. Da próxima vez que for conduzir lembre-se de mim” é a mensagem deixada por uma menina com cerca de sete anos, que personifica as muitas mortes prematuras por acidentes rodoviários. A campanha tem o patrocínio da Liberty Seguros e da Getty Images. Grécia, Itália, Roménia, Reino Unido, Polónia e Turquia vão adoptar a campanha concebida pela DraftFCB. Na Índia, a mesma ideia será adaptada ao mercado nacional. in "Meio e Publicidade"


Gosto desta campanha, como é algo mais afectivo, pode ser que os condutores tenham mais cuidado...

9 de novembro de 2009

Para quem gosta!

Aqui têm uma boa oportunidade para conhecerem o bom vinho português, nesta feira tem-se uma "amostra muito representativa" do que se produz no nosso país. Para os amantes do precioso néctar, vale mesmo a pena.
O Encontro com Vinhos e Sabores 2009 irá realizar-se de 13 a 16 de Novembro no Centro de Congressos de Lisboa.
13 Novembro: 18h00 - 22h00
14 e 15 Novembro: 14h00 - 22h00
16 de Novembro: 11h00 - 18h00

Previsível

Previsível: (adjectivo uniforme) que é vísivel com antecipação.
Ora aí está, era mesmo por aqui que queria começar.
Infelizmente ou felizmente, dependendo da perspectiva, existem pessoas que têm atitudes e fazem comentários que para mim já eram previsiveis.
Infelizmente às vezes não me consigo superar a mim mesma, sendo superior a essas atitudes e comentários. Hoje, estou um bocadinho chateada e triste comigo mesma exactamente por causa disso.
Se há alguém que eu prevejo que vai fazer aquele tipo de comentário ou ter determinada atitude e se isso não me iria surpreender, mas porque raio, não consigo ficar calada e porque tenho que responder da mesma forma?!?
É verdade que nesta situação, estava a prever o comentário, mas não a atitude... mas mesmo assim, que raiva... enervou-me não ter conseguido ser superior a isto!

3 de novembro de 2009

"Tiro pela culatra"

Num dos dias da semana passada, enquanto me estava a dirigir para um centro comercial para almoçar, deparo-me com um sr. a oferecer “qualquer coisa” que tirava de um saco de plástico.

Normalmente tento sempre afastar-me destas situações e não aceito nada, mas desta vez acabei por aceitar, achando que era um papel e que logo de seguida iria para o lixo (as usual..).

Depois de agarrar apercebi-me que era uma pequena embalagem que continha fio dental, estavam a fazer promoção a uma clínica dentária.

Houve quem tivesse guardado de imediato na carteira, mas eu mantive aquela pequena peça não mão.. Pelo simples facto de ter achado muito pouco higiénico pois aquela parte que corta o fio não estava minimamente protegida e mesmo que estivesse… comecei logo a imaginar onde é que aquilo teria andado…

De repente, quando olhei para a minha mão tinha uma larva branca nojenta a passear no meu dedo… ora bem, se estava na rua, as larvas não caem do céu… não agarrei em nada, não toquei em nada…a não ser na bela embalagem que me ofereceram…

Ora bem, uma clínica dentária está a oferecer fio dental… um produto de higiene, este produto está num saco de plástico e está a ser distribuído por um senhor que não tinha lá muito bom aspecto e para além disso traz brinde… acho que é uma imagem que não abona muito a favor da clínica.

Para ser sincera nem vi que clínica era…fiquei tão enojada que mal pude deitei a embalagem para o lixo.

Na minha humilde opinião, o que até podia ser uma boa ideia tornou-se em algo nojento…para mim, “saiu o tiro pela culatra”!

27 de outubro de 2009

Ontem tive um dia difícil, tive conhecimento de duas pessoas que partiram.
Uma com a qual tinha algum relacionamento, e a outra não conhecia, mas conhecia a mãe.
Transmitir estas amargas notícias ao meu marido não foi fácil…o relacionamento dele com estas pessoas era forte... Não há forma de os conseguirmos preparar para estes desfechos.
Uma das perdas foi de uma forma muito estúpida, o sr. foi atropelado. Não conseguem imaginar o quanto me custou contar esta notícia e o quão complicado foi visitar a mãe deste sr. Mas ela precisava de nós, precisava de um abraço nosso, precisava de conforto. Era o seu único filho.
Quanto ao outro caso, é um pouco diferente e penso que nos deixará a todos com dúvidas…nunca saberemos o que se passou ao certo..se foi um acto consciente ou se foi derivado de uma alucinação.
Infelizmente é só nestes momentos que pensamos na nossa vida, no quanto somos frágeis e no que não fazemos para sermos felizes.
Chateamo-nos e ligamos a coisas que não têm qualquer tipo de interesse, e não pensamos que amanhã já podemos não estar cá. Não digo com isto, que passemos a nossa vida a pensar na morte, não é nada disso… o que digo é que nos convencemos de que a vida será melhor depois… Depois de terminar o curso, depois de conseguir trabalho, depois de casarmos, depois de termos um filho, e então, depois de termos outro.
Logo a seguir sentimo-nos frustrados porque os nossos filhos não são suficientemente grandes, e pensamos que seremos mais felizes quando crescerem e deixarem de ser meninos, depois desesperamo-nos porque são adolescentes, difíceis de aturar. Pensamos que seremos mais felizes quando deixarem essa fase. Logo decidimos que nossa vida será completa quando o nosso cônjuge estiver melhor, quando tivemos um carro melhor, quando pudermos ir de férias, quando conseguirmos progredir, quando nos reformarmos.
Na verdade, temos de ser felizes é AGORA! Sermos nós felizes e fazermos os que amamos felizes.

26 de outubro de 2009

Hoje está a ser e vai continuar a ser um dia complicado..

Para além disso, a minha querida mãe faz anos e acho que pouco ou nada vou estar com ela...

25 de outubro de 2009

Vou ter mais um sobrinho! Yeah!

22 de outubro de 2009

Leya instala primeiras máquinas de venda de livros em Lisboa

As estações de Sete Rios e de Santa Apolónia em Lisboa foram os locais escolhidos pela editora Leya para a instalação das primeiras máquinas de venda automática de livros em Portugal. Depois da Feira do Livro de Lisboa, na qual os visitantes puderam experimentar esta nova forma de adquirir livros, o projecto foi expandido para as ruas de capital.
A Leya escolheu os interfaces que servem a CP, a Fertagus e o Metro, para colocar as máquinas que venderão livros da Colecção BIS – a colecção de pequeno formato da editora, cujos preços variam entre os 6 e 7,50 Euros.
Ao longo do próximo mês e meio, a Leya irá instalar novas máquinas de venda automática de livros em outros locais de grande tráfego na cidade de Lisboa.
Fonte: Leya

Se bem gerido, pode ser uma coisa bem engraçada! =)

19 de outubro de 2009

Nós por cá

-.- Há hora de almoço fui ao Pingo Doce porque precisava de comprar água. Lembrei-me entretanto que o creme que uso para as mãos estava a terminar e resolvi comprar também. Quando me aproximo da perfumaria (zona intitulada pelos próprios funcionários) apercebo-me que o creme está fechado numa vitrina. Esta vitrina tinha um papel que dizia qualquer como "Se pretender adquirir um produto, contacte um funcionário." Como estavam vários por perto, dirigi-me ao primeiro. Perguntei-lhe como podia fazer e a sra. disse que tinha que ser com o segurança. Lá passaram a palavra entre umas e outras... "Chamem o segurança à zona da perfumaria". Passados uns minutinhos lá estava o segurança. Perguntou-me que produto queria, respondi e ele lá tirou da vitrina. Estava à espera que ele me quisesse acompanhar à caixa ou qualquer coisa assim do género...mas nada! Deu-me o produto, agradeci, virei costas e fui buscar a água. Logo de seguida fui para a caixa pagar. Só voltei a ver o segurança quando saí das instalações do Pingo Doce.
Na verdade, não percebi muito bem porque é que aqueles produtos estão fechados... será por causa dos clientes ou dos funcionários?!?

-.- No caminho para o emprego oiço isto:
"Agora ando a dar à minha filha uma mesada de 3 euros por semana. O meu pai diz que é uma mesada à Salazar!"
Em que é que ficamos? Em mesada ou semanada? Bem eu diria que seria uma semana, mas como nenhuma das 5 pessoas que estava com a sra. se pronunciou continuo na dúvida...

-.- Não sei se já referi, mas estou neste momento a fazer um mestrado…
- 10% da nota de cada disciplina refere-se ao item da assiduidade. Pois bem, hoje com as tecnologias de que dispomos, já não se utiliza a famosa folha de presenças, os alunos ao entrarem e saírem da aula têm uma máquina que lê a sua impressão digital.
Por um lado, acho que é justo para não haver falsificação de assinaturas, mas por outro… Nós não estamos no secundário! Só faltamos se não pudermos mesmo ir certo? Ninguém nos obriga a estar ali… para além disso com o que estamos a pagar, seria muito estúpido da nossa parte termo-nos inscrito para depois nos baldarmos!
- Existe outra parte da avaliação que é a participação individual.
Alguns profs. dizem que no final iriam avaliar quem participou mais e menos (acho injusto porque há algumas pessoas tímidas e o facto de elas não falarem não por não saberem, é por serem tímidas). Será que as pessoas vão ser penalizadas por serem tímidas? Acho que sim.
Há um outro professor que considera a participação em aula. O que ele quer dizer com isto? Ora bem, ele próprio afirmou que tem 4 turmas, cada uma no máximo com 30 alunos. Diz que não final do semestre não se vai conseguir lembrar de quem participou mais ou menos. Por isso isto será uma nota global da turma. Ou seja, vai ser avaliada a participação da turma em si. Depois, resolveu acrescentar: “Se por acaso me lembrar de alguém que se destaque no meio da turma, essa pessoa pode ter uma nota mais elevada.” Ora bem, em que é que ficamos? É global ou individual?
- A secretaria tem um horário de atendimento específico, e como podem calcular, os alunos vão à secretaria no intervalo. Pois bem, já lá fui duas vezes durante o intervalo e não está lá ninguém. Será que tenho que chegar atrasada a uma aula para poder ir à secretaria?

-.- Agora que por aqui já acabaram os concursos públicos, já não preciso de ficar fechada numa sala sozinha. A minha chefe andou uma semana a dizer que eu já podia mudar de sala. Na 4ª feira passada disse-me para pedir ao informático para na 5ª feira mudar o meu computador para a outra sala. Na 5ª Feira de manhã o técnico andava muito atarefado e por isso não pôde mudar o meu computador. Quando chego de almoço foi-me dito que não iria mudar para já, porque tinha chegado uma rapariga que o Director-Geral achava muito "mal empregue" para outro andar. Por isso, ela iria ocupar o meu futuro lugar até a minha chefe chegar (não vinha nem 5ª nem 6ª feira). A minha chefe chegou hoje e depois de me ter cumprimentado pergunta “Então Maria, ainda está aqui?” Lá lhe contei a história e logo de seguida obtive a resposta:”Pois é, não me lembrava que ela vinha… Pois, agora vamos ter de pensar como vamos fazer…se ficam todas na mesma sala, se são divididas…pois ainda não sei.” Em que é que ficamos?
Pois é, ainda bem que acabei por não mudar, não é que tenha muitas coisas, mas é chato andar sempre a mudar de lugar. Agora hão-de decidir e depois logo se vê. Na verdade ao princípio custava-me um pouco estar aqui sozinha, mas agora vai-me custar sair daqui…
Anda tudo um bocadinho stressado por causa do novo governo, por isso não sei bem quando vou ter alguma novidade sobre o meu novo lugar.

16 de outubro de 2009

Não acredito que acabei de ler isto num site. Não é normal.

Controla o teu Namorado/a
Descobre Onde e Com Quem
está Instala o Localizador no
Telemóvel!
www.blinko.pt/Localizador

Como é possível?

Ontem soube de uma história que me deixou um bocadinho impressionada e que ao mesmo tempo me deixou a pensar.
Na 4ª Feira, a DGES recebeu um telefonema de umas mães desesperadas. Os seus filhos, na totalidade são 7 rapazes, foram para a Roménia em Erasmus.
Todos eles apanharam gripe A, 2 dos quais estão internados e os outros 5 foram fechados em clausura na residência.
Digo em clausura pois foi isto mesmo, fecharam-nos no quarto, não os deixam sair de lá, não lhes dão comida... Nada!
Aqueles rapazes têm que ligar para restuarantes que tenham entregas para se poderem alimentar.
Os pais não foram contactados...quer dizer, foram mas pelos próprios filhos.
Já se imaginaram nesta situação?
E se eles não tiverem dinheiro com eles? E os cartões multibanco não funcionarem? E se não tiverem dinheiro no telemóvel?
É que eles não podem mesmo sair do quarto, não os deixam.
Não acho isto normal! São pessoas! Pessoas que necessitam de cuidados de saúde, pessoas que têm direitos.
Fiquei bastante indignada.

15 de outubro de 2009

Centro de Saúde

Hoje de manhã tive que ir ao Centro de Saúde porque tenho uma coisa numa unha e queria ir mostrar ao médico.
Quando cheguei ao Centro de Saúde eram 7h50 e já estava cheio de gente (depois ouvi comentar que alguns velhotes vão para a porta do centro de saúde ainda não são 7h da manhã…)
Entretanto chegam os srs. do secretariado e começam a chamar as pessoas, consoante o médico em questão.
Depois de atenderem todas as pessoas com consulta marcada perguntam se não há mais ninguém com consulta marcada…aí resolvi dizer que tinha falado com o médico ao telefone. Resposta que obtive foi a seguinte: Mas não tem consulta marcada pois não? Respondi que não.
Logo de seguida a sra. diz “Quem não tem consulta marcada!” A fila já estava meia feita, tinha uns quantos velhotes à minha frente. A sra. atendeu 6 pessoas e quando chegou ao senhor que estava à minha frente vira-se e diz “ Já não há mais consultas!”, o sr. não liga muito ao que a administrativa diz e resolve dizer porque está ali. Então a administrativa diz para ele ir para a porta do consultório porque podia ser que o Sr. Dr. O atendesse. O sr. teria que falar com médico.
Quando chega a minha vez fica a olhar para mim como quem diz, não ouviu o que eu disse? Eu disse que não havia vagas. Continuei com o meu ar calmo e sereno e disse-lhe: “Sou sobrinha do Dr. X, falei com ele ao telefone que me disse para vir cá.” A atitude mudou logo…disse que iria falar com o meu tio para ver como fazer. De seguida disse-me para esperar à porta do consultório que mal os doentes saíssem que ele me chamava.
Assim foi, o casal que lá estava dentro saiu, o sr. que estava à minha frente na fila falou com o meu tio a dizer que a sua mulher estava muito mal (atenção: este sr. mais a sua mulher tinham lá estado ontem!!!!) e o meu tio respondeu que ía fazer o que podia fazer porque hoje já tinha muitas consultas. Mal o sr. virou costas eu entrei, o meu tio já sabia o lá me levava. Em 5 minutos, foi só o tempo de observar e passar uma receita, estava na rua.
Devo confessar que só fui ao meu tio porque neste momento não tenho médico de família, quer dizer, na prática este meu tio será o meu médico de família, porque neste momento vivo na área de residência daquele centro de saúde.
Digo-vos que aturar aqueles velhotes todos mais as suas mazelas deve ser dose e também sei que tive uma sorte espantosa por ser quem sou. Na realidade não perturbei ninguém, nem o trabalho dele nem o horário das consultas.
Sei que muitos médicos difíceis de aturar principalmente quando vamos do "privado" para o "público". Já tive umas situações engraçadas. Mas deixei-os falar respondendo sempre "sim sim", no entanto saí já uma vez do centro de saúde sem aquilo que queria e tive que fazer de "pombo correio" entre dois médicos. É verdade que me custou um bocadinho, no entanto saí de lá com o que queria!
Não é por ser meu tio, mas ele é muito atencioso com os seus doentes, preocupa-se muito e não tem pruridos nenhuns com essas pessoas que vêm do "privado" para o "público". Penso que deveria haver mais médicos assim!
E quanto ás adminitrativas deviam ser um bocadinho melhor encaradas!

Só a mim

Não sei o que se passou ontem, mas os machos (sim digo machos porque um é gato e outro é homem) lá de casa decidiram que era o dia de me ferir...
Estava eu muito bem sentada em cima da cama já com o pijama vestido prontinha para ir dormir, quando de repente sinto uma “unhada” na minha perna… Devia ter uma mosca ou qualquer coisa assim do género e um dos meus queridos gatos achou que era uma oportunidade que não podia desperdiçar… e aqui vai disto. Não sei se tinha mosca ou não, só podia ser mesmo, porque ele nunca passa por cima das pessoas nem as agride…pelo contrário tem medo das pessoas. Mas o que é certo é que berrei de tal maneira que fugiu ele e provavelmente a mosca!
Depois de estar deitada, estava a falar com o G. e de repente ele faz um movimento qualquer e dá-me um cotovelada no nariz, de tal modo que não consegui pronunciar uma única palavra e as lágrimas até me vieram aos olhos. (Hoje não consigo tocar no nariz, dói-me que se farta!)
Posto isto, o meu único comentário foi “Ainda bem que o Pancho (que é o outro gato que temos) já está fechado e até me levantar não entra aqui no quarto porque senão, não sei, só falta mesmo ele.”
Claro que desatámos numa gargalhada enorme… mas ontem foi para esquecer!

14 de outubro de 2009

A Zon andou a chatear o G. durante um mês/mês e meio, para fazermos lá em casa uma alteração no serviço e no tarifário.
Decidimos então, fazer essa alteração, ficámos com Box e mais não sei quantos canais, aumentámos o tráfego da internet e a sua velocidade e colocámos Wireless, por mais 2€. Por isso achamos que valia a pena.
Na 2ª Feira, lá foi técnico tratar de todas estas coisas... mas conseguiu uma proeza...ficámos ambos sem e-mail (é verdade que neste momento quase nem utilizamos este endereço, mas ás vezes chegam lá coisas importantes...).
Ontem à hora de jantar, começamos a detectar problemas na televisão, havia canais que não tinham imagem nem som, havia outros que apenas tinham imagem, outros que apenas tinham som e havia alguns pixelizados...
Quando íamos telefonar para a Zon detectámos que não tinhamos telefone e o G. lembrou-se de ir verificar a internet...nada!
Ligámos para lá (através do telemóvel = chamada paga), não era com o serviço de internet mas com o serviço de televisão... ou seja, não há serviço de televisão = não todo o tipo de serviço.
Lá passaram para o serviço de televisão, aqui o G. pediu que lhe ligassem...(sim, eles têm um nº gratuito mas só para quem liga da rede fixa...Sim, mas se não tinhamos telefone por causa deles, não temos de ser nós a pagar a chamada.)
Lá lhe ligaram, estiveream cerca de 10 minutos ao telefone, a sra. que estava do outro lado parecia que estava a falar com o um atrasado mental, disse-lhe para ele fazer o mesmo procedimento não sei quantas vezes e ía-lhe pedindo para ele ir dizendo o que estava a fazer (não fosse ele não cumprir com o que a sra. estava a dizer...). No final de toda esta conversa, liga e desliga, códigos, mude de canal, o que aparece, a sra. não entendeu o que passava. Disse que hoje alguém lhe ía telefonar para ir um técnico lá a casa. O serviço foi montado na 2ª Feira ao final do dia e hoje é 4ªFeira e já vai outro?!?!
Passados 15 minutos de ter desligado o telefone, tudo começou a funcionar correctamente excepto o e-mail..
Realmente, o apoio a clientes da Zon é muito mau...não há palavras!

12 de outubro de 2009

Onde é que já se viu alguém desmontar uma bicicleta para a por dentro do carro e esquecer-se da roda?!? Isto para mim não existe!

9 de outubro de 2009

Hoje faço 5 meses de casada e já recebi um e-mail que me comoveu um bocadinho...
O meu marido quando quer surpreende-me :)))

6 de outubro de 2009

Segura & Monsanto






3 dias que souberam a pouco...

Apesar do muito cansaço de 6ª Feira (principalmente por parte do meu marido) rumámos até à Aldeia de João Pires (Beira Baixa).
Há muito tempo que já não ia até lá e as saudades eram muitas!
No sábado, fomos dar uma voltinha até aqui.
(De certeza que já tinha ido, mas sinceramente não me recordava de todo.)
Sitio espetacular que transmite uma paz imensa.
No domingo, combinámos com uns amigos e fomos fazer um passeio pedreste. Tive muito azar porque os meus ténis me estavam a magoar imenso, mas consegui resistir até ao fim do percurso.Decidimos que iríamos jantar fora. Ligámos aos nossos amigos para irmos jantar todos, mas eles estavam sem vontade. Então, pensamos em ir jantar a um sítio que nos tinham falado, em Monsanto, que era muito giro e que a comida era óptima. Marcámos para às 21h30 (com o senhor a avisar que ou chegávamos mesmo ás 21h30 ou então não havia jantar para ninguém porque a cozinha fechava) e lá fomos nós.
Chegámos um pouco depois das 21h00, subimos parte de Monsanto (com as dores nos músculos, nem imaginam como custou!) para conseguirmos chegar a horas. Ao entrarmos reparei que estava um papel a dizer ”Multibanco fora de Serviço”. Alertei o G. para este facto e logo de seguida ele pergunta à sra. se o multibanco estava fora de serviço. A sra. muito mal encarada disse que sim, então, ele resolveu perguntar onde haveria um multibanco para se levantar dinheiro, em muitos maus modos respondeu que a cozinha fechava ás 21h30 (eram 21h15) e que o multibanco era lá para baixo um pouco antes de se chegar à terra mais próxima. Depois resolvemos perguntar se havia visa (antigamente existiam umas máquinas com papel químico para o visa, lembram-se?) e a sra, mais uma vez em muitos maus modos responde que sendo a mesma máquina é óbvio que também não há visa. Ficamos passados, demos meia volta e saímos do restaurante. Claro que começamos a achar que acabaríamos a jantar em casa (junto das 14 pessoas que nos fizeram companhia no fim-de-semana)… mas resolvemos ir até a um restaurante que os nossos amigos nos tinham falado. Mal chegamos ao restaurante, saímos a correr do carro para perguntar se ainda não serviam jantar… a sra. muito simpática disse que sim. Para nosso azar este restaurante também tinha o multibanco fora de serviço, lá lhe perguntamos onde podíamos levantar dinheiro (a sra. sempre com um sorriso estampado na cara ia-nos respondendo… uma grande diferença).
O G. diz-me para entrar para a sala, que ele ia levantar dinheiro…Quando entro, vejo alguém a acenar… e quem era? Os nossos amigos que acabaram por decidir ir jantar connosco e que nos enviaram uma mensagem (mensagem essa, que só recebi assim que peguei no telemóvel, para verificar se tinha recebido alguma mensagem do P. depois de ele me ter tido que tinha enviado...) No meio disto tudo, ainda bem que a sra. foi muito antipática porque acabamos por ir ter com os nossos amigos que estariam à nossa espera noutro restaurante!
Ontem, não fizemos nada de especial e a meio da tarde rumámos a Lisboa.
Amei o fim-de-semana e fiquei com mais vontade ainda de ir lá mais vezes. Aquela terra faz-me falta!

25 de setembro de 2009

Apesar de não concordar com que acabou de passar aqui hoje, senti-me completamente injustiçada.
Hoje foi o culminar de um processo que se iniciou no momento em que aqui entrei, que apesar de ser uma grande seca, me didiquei totalmente, trabalhei fora de horas e ao fim-de-semana.
Hoje estiveram aqui a festejar e nem se lembraram de mim...
No final, quando estava a iniciar este post, lá se lembraram eu também devia fazer parte do festejo...
Enfim... em todo o lado é assim!
Os louros são sempre para os cargos mais elevados... a "raia miúda" fica sempre de fora...

23 de setembro de 2009

Outono

O Outono é a estação do ano que sucede ao Verão e antecede o Inverno.
É caracterizado por queda na temperatura , (excepto nas regiões próximas ao equador) e pelo amarelar das folhas das árvores, que indica a passagem de estações.
In: Wikipédia
Supostamente hoje seria o primeiro dia do Outono, mas irão estar em Lisboa cerca de 32º..as estações do ano já não são o que eram...
Sinceramente, até já tenho saudades!

13 de setembro de 2009

10 de setembro de 2009

I wanna fly, with you babe and leave the world behind
(Let them know now one time, It’s Mr Lover! Baby girl so now take me to cloud nine)
I wanna fly, so high, so high and leave the world behind
(Straight up! Wha yu ah seh! Ah ah ah ah ah)
I wanna fly, fly high with you baby (cloud nine!)
I wanna fly with you baby and just leave the world all behind
Oh!I wanna fly, fly high with you baby
(I wanna see your hands up! Woman, that’s right!)
I wanna fly with you baby and just leave the world all behind
Oh!
...

8 de setembro de 2009

Estou-me a passar ligeiramente...

3 de setembro de 2009

Muitos Parabéns!
Desejo que tenhas um óptimo dia e que este se repita por muitos mais anos e que eu possa sempre estar presente.

28 de agosto de 2009

Gripe A

Nestes últimos tempos ou para ser mais realista nestes últimos 15 dias, tenho visto com cada uma…
> Uma farmácia que alterou toda a sua montra e que colocou na montra apenas produtos que possam prevenir a gripe. Posso dizer-vos que a montra se manteve uma semana, passado esta semana, voltaram a remodelar a montra, e esta durou dois dias… os produtos que lá se encontram têm sido vendidos a uma velocidade completamente assustadora. Claro que esta farmácia aproveitou esta situação para fazer negócio e aumentar os seus lucros;
> No autocarro, encontro um mupi que pouco diz sobre a prevenção da gripe. No entanto, a maioria das pessoas, tosse e espirra para o ar como se nada se passasse… até hoje ainda só vi uma senhora a tossir que tenha tossido para a sua manga (como dizem todos os cartazes da DGS);
> Conheço pessoas que desmarcaram férias no estrangeiro por causa da gripe… parece que cá em Portugal não há..;
> Aqui no emprego:
- Temos um torniquete de entrada cuja leitura pode ser efectuada através da impressão digital ou de um cartão. A maioria das pessoas que costumava colocar o dedo, começou a utilizar o cartão;
- Um dos directores comprou um desinfectante pessoal, passa a vida a desinfectar-se;
- Foram colocados cartazes e deixados díptícos em todos os andares com indicações da DGS para a prevenção. Hoje foram pendurados na entrada de cada andar recipientes (como aqueles que se vêm nas casas de banho com o sabonete líquido) para se colocar o desinfectante. O que acho mais giro é que andaram a furar paredes (atenção, está tudo novinho, aqui houve obras à relativamente pouco tempo) para colocar os recipientes e nos sítios menos discretos que possam imaginar;
Aqui no meu andar, está numa casa de banho…ficava muito inestético em qualquer outro sitio… é verdade que não havia necessidade de andar a furar paredes, porque agora anda tudo com ansiedade por causa da gripe, mas não tarda toda esta agitação há de parar e aposto que nessa altura os recipientes vão continuar nos mesmos locais mas sem qualquer desinfectante;
- Mal se falou na gripe, a maioria das empresas criaram logo planos de contingência, pois aqui foi criado no máximo há 1 mês / 3 semanas;
- Acabaram, agora mesmo, de colar na parede das casas de banho, as instruções para se lavar as mãos;
> Assisti a um velhote a gritar com a sua mulher para ela ir lavar as mãos (tinham acabado de entrar no café e a senhora tinha segurado a porta com a mão),

Sei que é necessário tomar algumas precauções e que esta gripe afecta mortalmente um grupo de pessoas que normalmente não é afectado desta maneira com a gripe sazonal, mas será necessário tanto alarmismo? Será necessário saber quantos casos de gripe apareceram numa semana? Isso é relevante?
Eu acho que não. Acho sim que é necessário fazer prevenção, alertar as pessoas principalmente os maiores grupos de risco.
Ainda no outro dia em conversa com algumas pessoas, apercebemo-nos de facto, que naquele grupo de pessoas a pessoa que tinha maior risco de apanhar era eu… e porquê, porque os transportes públicos são onde passo cerca de 2h30 do meu dia (ida e volta do trabalho, apanho um autocarro). Pediram-me para ter cuidado… mas em hora de ponta, naqueles autocarros à pinha, não conseguimos fazer nada, não conseguimos evitar o inevitável.
E vou fazer o quê? Deixo de vir trabalhar? Não, tenho que continuar com a minha vida normal mas com algumas precauções e nada de alarmismos e pânicos!

27 de agosto de 2009

Hoje estou em dia não.
Tenho muito sono;
Não tenho nada para fazer e para o resto da tarde prevê-se mais do mesmo (e já li a revista toda que comprei hoje de manhã);
Voltaram a entrar no meu gabinete, desligaram o ar condicionado e deixaram a porta aberta;
Tenho "quilos" de roupa para passar a ferro;
O meu marido faz anos para a semana e não faço a mínima ideia do que lhe vou oferecer;
Estou farta dos CCs que existem aqui à volta, é tudo mais do mesmo;
Duvidaram da minha palavra (foi ontem, mas se há coisa que me irrita é isto mesmo);
Apetecia-me sair daqui, bater com a porta e isolar-me durante 3 semanas (claro que o meu marido podia ir comigo!)

25 de agosto de 2009

Já tenho mais um membro na família! Yeah!

Optimismo

Se se vendesse optimismo em compridos, comprava 20 caixas e oferecia-as a alguém que conheço para tomar todos de uma só vez, para ver se uma vez na vida se tornava um pouco mais optimista!

24 de agosto de 2009

Não acredito nisto.
Os Simpsons sempre foram amarelos, lá porque agora se começou a transmitir em Angola não deviam mudar de cor, mesmo que seja, só em Angola e num anúncio.
Acho mal.

23 de agosto de 2009

Boa tentativa

Há muitas pessoas que têm o hábito de ir ao cinema regularmente, nós não o temos.
Na 6ª Feira, lá resolvemos sair de casa e ir ao Amoreiras ver o Inimigos Públicos.
Fomos comprar os bilhetes, jantámos e fomos para a sala.
Os trailers e a publicidade estavam toos mal centrados na tela, até aí tudo bem, achamos que quando o filme começasse tudo ficaria bem.
O filme começa. Estava todo mal centrado, as cortinas não abriram totalmente e manteve-se uma das luzes da sala acesa.
Claro que houve várias pessoas a reclamar. Veio logo alguém do staff para a cabine tentar resolver o problema. Vimos a película a queimar. Desligaram tudo, as luzes da sala e do ecrã.
Mantivemo-nos ali mais 20 minutos, ora acendiam as luzes, ora punham o filme (mas sem voltar ao inicio)...Até que apareceu alguém do staff a dizer que estavam com problemas técnicos, se quissemos esperar mais 5 minutos para que tentassem resolver o problema, podíamos esperar, senão podíamos ir ver outro filme (já tinham começado todos, por isso para ver algo desde o principio teria que ser a sessão da meia noite) ou então devolviam o dinheiro.
Nunca assumiram o verdadeiro problema… o da película… mas nós vimos. Eles nunca conseguiriam colocar o filme desde o princípio, como é óbvio não dava.
Acabamos por ir embora e pedir a devolução do dinheiro.
Foi uma boa tentativa de ir ao cinema!

21 de agosto de 2009

20 de agosto de 2009

12 de agosto de 2009

Também queria...

Conversa que ouvi entre dois senhores que íam a passar por mim na rua...
Sr. 1 - Estive a ver os auriculares mas são muito caros.. custam 45 euros!
Sr. 2 - Muito caros? 45 euros? Isso é meia de trabalho!
Sr. 1 - Só se for do teu...
Sr. 2 - O quê? Tu em meia hora não ganhas isso?
Sr. 1 - Não, antes ganhava 2.450 euros, mas agora já não, ganho menos.
Sr. 2 - Pois estás a ver, tens que ter portar bem... senão, só tende a descer!
Eu também queria ganhar 45 euros em meia hora de trabalho.... isso sim, era óptimo!
Quero um trabalho destes!
Bem, reflectindo sobre o assunto... acho que tal não é possível, mas ok...Pelo menos nos dias de hoje... os Srs. tinham que ganhar mesmo muito bem...eram riquissimos!
Ora vejamos,
1 hora de trabalho => 45*2 = 90 euros
8 horas de trabalho => 90*8 = 720 euros => 1 dia!!!
20 dias de trabalho => 720*20 = 14.400 euros
Não acredito que um daqueles senhores ganhe 14.400 euros/mês!

10 de agosto de 2009

Enjoy




Será que..

...vou ficar careca?!?
"Estudo indica que pentear demasiado o cabelo pode levar à calvície.O uso demasiado frequente do pente favorece a perda de cabelo em vez de reforçar o coro cabeludo, segundo um estudo de um dermatologista israelita hoje publicado na imprensa.Durante um teste, 14 mulheres contaram diariamente, durante várias semanas, o número de cabelos arrancados pelo pente. No final, concluiu-se que quanto mais se penteavam, mais cabelos perdiam.«As mulheres que se penteiam duas vezes por dia perdem três vezes mais cabelos do que se o fizessem apenas uma vez», disse ao jornal Haaretz o autor da investigação, Alexandre Kirdman, da Universidade Hebraica de Jerusalém. " in saude.sapo.pt

Continente entra nas telecomunicações móveis

Não sei se sou eu que ando meia distraída ou esta campanha não conseguiu atingir o seu objectivo... Divulgar uma mensagem clara e objectiva!
Acreditam que só ontem, em conversa com o meu marido, me apercebi realmente do que se passava?!? Que o Continente em associação com a Optimus tinha entrado nas telecomunicações móveis!
Pois, a minha interpretação deste anúncio era outra completamente diferente... tanto que ontem enquanto conversávamos sobre este assunto, eu dizia que ele estava enganado e que não era nada disto!
Agora que fiz uma pequena pesquisa, apercebi-me que ele é que tinha razão...
Sou eu que ando distraída, ou esta campanha não foi lá muito bem feita?

(Não será como todos nós?)

4 de agosto de 2009

Eu queria estar aqui.

3 de agosto de 2009

Chateia-me que venham para a minha sala e :
- Apaguem as luzes (sim, sei que lá fora está sol, mas a luz reflecte no meu monitor e passado umas horas já não consigo ver bem, por isso tenho mesmo que acender as luzes)
- Desliguem o ar condicionado...se têm frio, digam, não o desliguem
- Falem ao telefone de forma a que todo o piso oiça o que estão a dizer

Happy Birthday!


Mano,
Muitos Parabéns e Muitas Felicidades!

30 de julho de 2009

Dão-me o dia de amanhã...YUPIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!

Inventam tudo!

"Já nem a morte é desculpa para se esquecer de uma data importante. O Deathbook, uma nova rede social na Internet, permite que, mesmo depois de morto, possa continuar a enviar e-mails. Antes de morrer, qualquer pessoa pode programar as datas e as mensagens que gostaria de enviar e o Deathbook trata do resto. É ainda possível fazer, por antecipação, o próprio memorial e programar que seja enviada uma mensagem a informar o óbito. Simon Gilligan, um inglês de 63 anos, já aderiu à rede e deixou os códigos da sua conta bancária para serem revelados á familia." in Sábado

29 de julho de 2009

Para quem me conhece bem, sabe que sou um bocadinho "menina do papá", no bom sentido claro!
Este ano o meu pai vai ter as suas férias como de costume.. Como a casa que alugou dava para todos, convidou-me a mim e meu marido para irmos passar uns diazinhos com ele..
Eu fiquei toda contente, não estava mesmo nada à espera deste convite, apanhou-me de surpresa e amei.
Tive sempre uma secreta esperança que aqui me dessem uns diazinhos para me poder escapar daqui...
Infelizmente, como o concurso está de vento em popa e como tenho milhares de coisas para fazer (pois o júri está sempre a escapar-se) não me vão dar diazinho nenhum, pelo menos por agora..
Sei que o meu pai ia adorar que nós fossemos, até andava a comentar com algumas pessoas que nós iríamos.. mas infelizmente este ano não vai dar.
À pouco tive esta conversa com o meu pai, senti o meu coração um bocadinho apertadinho pois a vontade que tinha em ir era muita...
Claro que o fiz prometer que para o ano quando estivesse a tratar de tudo falaria connosco..claro que me disse que sim! :)
Eu sei que gostava que nós fossemos, mas acho que eu gostava ainda assim um bocadinho mais...

27 de julho de 2009

22 de julho de 2009

Peço desculpa aos leitores deste blog pelos últimos posts, mas a "coisa" não anda fácil... desculpem pelos desabafos!
Se não precisasse da m**** deste emprego, amanhã já não punha cá os pés...
Enquanto uns trabalham que nem uns cães, almoçam em 15 minutos e não cumprem o horário (fazem horas a mais), outros (os responsáveis por esta porcaria de concurso) passeiam-se a manhã inteira, fazem almoços de 2h ou estão de férias... realmente!

21 de julho de 2009

Logo nesta semana que tenho o marido em casa é quando não tenho horas para sair daqui... e o mais irritante de tudo, é que é por falta de organização de outras de pessoas...
Que raivaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Estou com vontade de bater em alguém...

20 de julho de 2009

Queria mudar de vida...
Queria que fosse tudo mais fácil...

17 de julho de 2009

Para onde vai o dinheiro das mulheres?

Porque é que as pessoas que não são católicas, não creem em nada, quando estão / pensam que estão em situações de aflição, resolvem fazer promessas?!?!
"Eu não acredito em nada, não sou religiosa nem nada, como tu sabes, mas até já fiz uma promessa. Não vou dizer isto a ninguém...só te digo a ti."
Why???

15 de julho de 2009

Só a mim...(IV)

Quando entrei para a DGES prometeram-me uma bolsa pela FCT (renovável de ano a ano, durante 3 anos...tendo em conta a legislação actual, podia ir até 6) e trabalho na área do marketing...
Bem... trabalho na área do marketing, já percebi há muito que não é e não irá ser...
Quanto à bolsa...acabei de saber que foi recusada pela FCT, por isso, as chefias irão analisar qual a melhor forma...ou uma bolsa da DGES (moldes diferentes da FCT) ou através de uma empresa de trabalho temporário...Tem tudo a ver!

Só a mim...(III)

Esta noite aconteceu-me uma coisa, da qual nunca me lembro de ter acontecido algo parecido...
Fiz diversas associações, a diversos momentos:
1. O meu marido na lua-de-mel participou numa "Crab Race"...
2. No mestrado onde vou participar, têm algumas actividades outdoor para promover o espírito de equipa e ontem estive a ler coisas sobre isso...
3. Associei diversas pessoas, que nada têm a ver umas com as outras, umas eram família, outras do SJB que já não vejo à uma data de anos, outras da faculdade e outros amigos que não pertencem a nenhum destes meios já citados...

Pois é, no meu sonho ou pesadelo, sei lá, juntei todos estes factores.
Então, estava eu, num sitio qualquer, assim um espaço no meio do nada, juntamente com todas estas pessoas, porque todos iriam participar numa espécie de "Crab Race".
Mas para além de búzios, havia, caracóis, caranguejos, minhocas, todo este tipo de bichinhos que até acho alguma piada… mas desde que estejam longe!
Estava eu muito bem de cócoras (depois de ter tido uma branca e de ter ido ao dicionário ver como se escrevia o raio da palavra e não ter encontrado..A Analog ajudou-me! Obrigada Analog!) a observar os búzios e estava com umas calças que não tinham cinto … como todas as meninas sabem, por vezes as calças descaem e deixam assim uma ligeira abertura atrás…
Pois bem, não é que alguém (não me lembro quem, mas era homem) resolveu colocar um desses búzios dentro das minhas calças na abertura que tinha ficado nas costas.

Não conseguem imaginar o berro que dei, o problema é esse mesmo…dei um berro tão alto que me acordou, acordou o meu marido e deve ter acordado todo o prédio…
Claro que depois de acordar e de o meu marido me perguntar se estava bem e o que se passava, voltei a fechar os olhos e a adormecer…felizmente, tudo isso tinha passado e já não voltei a sonhar com essas coisas!

Nunca tal coisa me tinha acontecido, já tinha falado em sonhos e coisas do género…mas berrar?!?

Só mesmo a mim…

Só a mim...(II)

Ontem de manhã deixei o carro estacionado de baixo de umas árvores, claro que ao final do dia tinha o vidro todo sujo.
Se há coisa com que me preocupo é resolver limpar os vidros com um carro atrás de mim... mas ontem teve mesmo de ser...estava a bater o sol e não via nada...absolutamente nada...
Não é que, logo quando sai o primeiro esguicho, o carro que está atrás de mim começa a buzinar?!?
Olho pelo espelho retrovisor e era um taxista a gesticular e a refilar a dizer que lhe estava a sujar o carro todo?!?
Claro que ele não sabe que eu até tenho uma certa preocupação com isso, mas ontem não dava mesmo para evitar...precisava mesmo de o fazer e levei logo com uma buzinadela!

14 de julho de 2009

Só a mim..

Penso que já aqui foi dito, que estou a trabalhar numa instituição pública a fazer um trabalho muito estimulante… assessoria ao júri de um concurso público.
Estamos a terminar mais uma fase de um concurso e é necessário enviar uns e-mails para os concorrentes, coisa tão complicada que não posso fazer sozinha…tenho que ter ao meu lado um dos elementos do júri e um jurista (que por sinal também é concorrente… a lei da transparência está a ser cumprida rigorosamente!)
Na semana passada, não estavam muito decididos se esses e-mails iriam ser enviados ontem ou hoje… Ontem assim a meio da tarde (16h), lembraram-se que tinham que enviar os e-mails ONTEM…
Disse que por volta das 17h15 tinha mesmo que sair porque tinha um teste e uma entrevista de candidatura a um mestrado… foi espalhado a “7 ventos” que os e-mails não podiam sair porque “A Maria tem um problema de horas e tem mesmo que sair ás 17h15”… Não achei muito normal mas que haveria de fazer?!?
Às 16h30, sou chamada para me dizerem que HOJE às 11h vinham ter comigo para enviarmos os ditos e-mails…. Eram 10h50 quando recebo um telefonema, a dizer que iria ficar adiado para o inicio da tarde, porque uma das pessoas que tinha que assistir ao envio dos e-mails tinha uns problemas para resolver e estava atrasada!
Pois é, são 15h35 e soube agora, que em princípio os e-mails não seguem hoje…e porquê? Porque a Presidente do Júri não está cá, à partida não virá hoje para Lisboa e a acta não está assinada!
Tanto alarido sobre a minha saída de ontem ás 17h15 e afinal os e-mails não podiam ter sido enviados ontem e pelos vistes também não podem ser enviados hoje! Acham normal?!?

13 de julho de 2009

Tal como tinha dito...

Tal como tinha dito no post Filme, emocionei-me imenso... não da primeira vez que o vi, porque estava com os meus tios, com o meu primo, com o camera e com a sua namorada... mas mal chegámos a casa, vimos o filme mais uma vez, no sábado mais umas quantas e ontem também... Já perdi a conta à quantidade de vezes que o vi... mas sempre o que vejo..choro e dá-me uma imensa vontade de passar por aquele dia outra vez... mas de uma forma estranha...passar por tudo sim... com o meu marido também... mas ter o mesmo sentimento...como se fosse tudo vivido pela primeira vez...
Amei o nosso dia e está à vista que não me importaria de repeti-lo!

10 de julho de 2009

Têm sido cá uns dias...

- Fui jantar a casa do meu pai, coisa que já não fazia há uns dias... e voltei a deliciar-me com os seus maravilhosos cozinhados;
- A minha sogra ofereceu-me uma mala, que até é engraçada e dá com "montes" de roupa;
- No que diz respeito ao trabalho, esta semana já tenho tido mais umas coisinhas para fazer... é um bocadinho repetitivo e secante, mas vai-se fazendo...sempre é bem melhor do que não ter nada para fazer;
- Fui jantar a casa dos meus avós e como o meu avô tem um telemóvel novo, pediu-me para lhe passar todos os contactos e configurar o telefone (é um bocado seca mas não sei porquê mas sou a menina dos telemóveis lá de casa...);
- Fui à 2ª fase de um processo de recrutamento e selecção... para uma excelente empresa... vamos lá ver o que me aguarda...Éramos 5, havia 3 lugares... quem fica? Isso depende dos directores que assistiram à entrevista...são eles que vão escolher com quem querem trabalhar;
- Fui a uma aula de auto-maquilhagem que me ofereceram como presente de casamento. Voltei a maquilhar-me no mesmo local onde me maquilhei no dia do casamento... Posso-vos dizer que aprendi umas coisinhas...sou tão leiga...até tenho vergonha... mas agora já aprendi uns truques fabulosos para o dia-a-dia e para ocasiões mais festivas;
- Os meus sapatos relativamente novos voltaram a magoar-me os pés (assim uma ferida no calcanhar...aposto que sabem do que estou a falar)... hoje lá tive de vir trabalhar com o belo do sapatinho de vela;
- Recebi um telefonema de um amigo, com quem não falava à séculos, que descobriu através do hi5 que me tinha casado;
- Tentei falar com duas noivas que se vão casar amanhã, mas como não consegui e não vou aos casamentos, optei por enviar uma mensagem a desejar as maiores felecidades;
- Decidi candidatar-me a um mestrado que tem inicio no próximo ano lectivo...vou fazer umas provas já na próxima 2ª Feira;
- Fomos convidados para ir passar este fim-de-semana ao Algarve, mas optámos por não ir...fica para uma próxima;
-Soube que o filme do casamento já estava pronto (sim, eu sei que falei sobre isto no post anterior) e vou vê-lo hoje!
- Fiz dois meses de casada (já?!?)... é maravilhoso e recomendo!
E agora estou quase de fim-de-semana... ainda não sei o que vou fazer, mas tenho a certeza que vou festejar melhor os dois meses de casada, já que ontem não deu para fazer grande coisa!

Filme

Weeeeeee.... depois de dois meses e um dia vou buscar o filme do casamento!
Acho que me vou emocionar e recordar coisas que não tenho muito vivas na memória!

9 de julho de 2009

Banda Sonora

Dois meses passados, aqui fica a alguma da banda sonora do nosso dia!




Há precisamente 2 meses, a esta mesma hora entrava na Igreja ao som desta música...diga-se de passagem que só a ouvi enquanto estava à porta da Igreja a preparar-me para entrar...depois disso...nada!






A entrada na Quinta... desta lembro-me perfeitamente...está tão viva na memória... parece que foi hoje...






A entrada na tenda... não me lembro de todo.... só da parte de descer umas escadas que davam para lá...






O corte do bolo... não me lembro de ouvir a música...lembro-me de ver as pessoas todas a olhar para nós e para o fogo de artificio... de conversar com o G....mas da música nada...

7 de julho de 2009

Ai que neura!

Depois de há muito tempo ter pensado em deixar de fumar...
Hoje lá me enchi de coragem e cá estou eu numa nova tentativa e com muita vontade de ter sucesso..
O meu marido hoje de manhã dizia-me "Vais ver que não custa nada" Ai não que não custa...
Ainda por cima sem nada para fazer...nem imaginam as dezenas de vezes que já tive vontade de me levantar para ir lá a cima fumar um cigarrito... não custa nada! Lá agora...

30 de junho de 2009

Tantas coisas para fazer lá fora e eu aqui a morrer de tédio...
"Hoje é um novo dia! Muitos vão aproveitar este dia. Muitos viverão completamente. Por que não você?"

"A partir de hoje, trate a todos que encontrar como se fossem estar mortos à meia-noite. Ofereça a eles toda atenção, gentileza e compreensão de que você for capaz, e faça isso sem pensar em qualquer retribuição. Sua vida nunca mais será a mesma novamente."


"As pessoas esquecerão o que você disse. As pessoas esquecerão o que você fez. Mas elas nunca esquecerão como você as fez sentir."



"Quando cometer um erro, não olhe para trás por muito tempo. Analise as coisas e então olhe para diante. Erros são lições de sabedoria. O passado não pode ser mudado. O futuro ainda está em seu poder."


"O mais importante em qualquer jogo não é vencer, mas participar. Da mesma forma, o mais importante na vida não é o triunfo, mas o empenho. O essencial não é ter vencido, mas ter lutado bem."

"Enquanto navega pela vida, não evite tempestades e águas bravias. Apenas deixe-as passar.Apenas navegue. Lembre-se sempre: mares calmos não fazem bons marinheiros."


"Na busca por mim, descobri a verdade. Na busca pela verdade, descobri o amor. Na busca pelo amor, descobri Deus. E em Deus, tenho encontrado tudo."

"Antes de falar, escute. Antes de escrever, pense. Antes de gastar, ganhe. Antes de julgar, espere. Antes de rezar, perdoe. Antes de desistir, tente. "


"Eu preferiria ser um honesto falido que um corrupto de sucesso"

Desafios

Preciso de DESAFIOS!!!!
(estou a morrer de tédio...)

Publicidade