16 de janeiro de 2008

Electricidade

Devido a uma fuga de água no meu prédio, a electricidade teve que ser desligada para não dar origem a nenhum curto-circuito.
A electricidade foi desligada por volta das 13h30 (sorte a minha que já tinha acabado de almoçar!) e só foi restabelecida por volta das 22h45.
Não imaginam o quão horrível foi andar por casa ás escuras apenas com a iluminação de velas ou de lanternas… (e eu, sem electricidade estive no máximo em casa 45 minutos)
Claro que todos nos perguntávamos como é que antigamente conseguiam viver assim… parecia tudo bem mais calmo com menos stress…
Dei por nós a pensar que agora sem electricidade não dá para fazer nada… não se pode cozinhar, não se pode passar a ferro, não se pode ver televisão, não é possível estar no computador, não é possível ler porque a luz é muito fraca… Não é possível fazer nada!
Se nós pensarmos bem, tudo isto é possível pois antigamente as pessoas também o faziam, nós é que já estamos completamente dependentes da electricidade e se esta algum nos falta, ficamos completamente desnorteados…
Como disse, só estive em casa 45 minutos, mas foram 45 minutos que pareceram uma eternidade…

2 comentários:

Analog Girl disse...

Antigamente usavam-se os carvões incandescentes para passar a ferro. Já imaginaste tentar transpor para agora estas situações? Há objectos que depois da electricidade já não têm retorno. :)
A falta de luz aborrece um pouco, mas poderia tornar-se numa situação romântica.
Continuo a achar que a falta de água é pior, acho que te leva mais rapidamente ao desespero...

Maria Franco Frazão disse...

Isso dos objectos foi algo que também me apercebi ;)

Quanto à água, acho que tens muita razão.... a electricidade faz falta, mas a água ainda faz mais!