4 de julho de 2007

Os médicos que temos...

Achei que devia relatar uma situação que acho completamente absurda, mas claro, sem querer ofender os bons médicos que temos!
Um dos meus primos mais novos apareceu ontem com umas manchinhas no corpo, quando a minha tia viu que se estavam a alastrar e que eram umas manchas esquisitas (tipo riscos) resolveu ir às urgências de um hospital daqui de Lisboa.
Depois do meu primo ter sido observado uma primeira vez, a médica que o recebeu resolveu fazer-lhe uma data de análises ao sangue para ver se percebia o que era.
Com os resultados das análises na mão, a médica disse que ele tinha uma virose… uma óptima desculpa para quando não sabem o que é… a “virose” está agora na moda, é impressionante a quantidade de médicos que quando não sabem o que é que a pessoa tem dizem que tem uma virose… Até aqui tudo bem… é apenas mais uma a dizer o mesmo.
O meu primo e a minha tia saíram do hospital, sem qualquer medicamento para a dita virose, mas que a medica fez questão de referir que esta “virose” seria contagiosa se ele tivesse febre.. Atenção: Só mesmo se tivesse febre, porque senão tivesse a minha tia que não se preocupasse... Nunca ouvi dizer que algo era contagioso porque se tinha fevre!
Se esse fosse o caso, ter febre, a minha tinha que lhe desse Ben-u-ron, para a febre baixar, que não o deixasse ter contacto com os irmãos pois podia pegar-lhes e que se essa mesma febre não passasse num prazo de 3 dias a tia tinha que voltar ao hospital!
Posso-vos dizer que o meu primo se encontra muito bem (com manchas mas sem febre) e que a minha tia perdeu umas horas no hospital para ser recebida desta maneira!
Há cá com cada médico!

4 comentários:

Analog Girl disse...

Uma vez aconteceu-me uma muito gira também...eu estava cheia de febre e mal dos pulmões, enfim! Em Sta. Maria tive para aí 7 horas (pelo menos 5h de espera), fiz "n" análises, e disseram-me que tinha uma pneumonia e tinha de ser internada durante uns dias.

Como os meus pais não queriam que eu fosse internada num hospital público (os seguros de saúde têm destas coisas) fomos procurar novas opiniões a hospitais privados, falámos com especialistas, e chegou-se à conclusão que eu tinha uma infecção pulmonar, curável com antibiótico e uma semana e meia de cama.
Fiquei óptima...e pensar que corri o risco de ser internada e receber tratamentos inadequados!!

Neste caso foi pecar por excesso mesmo... Rídiculo!

Maria Franco Frazão disse...

Realmente não consigo entender mesmo... há certos médicos que não deveriam exercer tal profissão!
Lá por ser nos pulmões não quer dizer logo que é uma pneumonia!
Ridiculo mesmo!

Luciana Alexandra C. Coutinho disse...

Pensei que somente no Brasil os médicos dessem esta desculpa de VIROSE, tenho horror a isso, ou é queijo ou fiambre, nem ao os médicos sabem dar nome ao que a pessoa tem, como pode isso?
Queria ver se o dicionário tem uma definição precisa de VIROSE porque os médicos não tem, tanto, que nem remédios eles tem segurança em receitar aos pacientes nestes casos.
Lamentavel mesmo e olha que a medicina está muito avançada, não dá pra engolir.

Maria Franco Frazão disse...

Luciana, também pensei que fosse só por cá, mas afinal começo a achar que é em todo o lado :S
Já fui ao dicionário... Virose: doença causada por virus.
Pois na realidade pode ser muita coisa!